Beleza x Imagem Pessoal – a lição que vem de “Uma linda mulher”

beleza-imagem-pessoal-uma-linda-mulherTodos que já assistiram ao filme “Uma linda mulher” devem se lembrar da cena em que a protagonista entra na loja e é mal tratada pela atendente, certo? (Se não viu, aqui tem o vídeo da cena).

Esse é um ótimo exemplo de como a imagem pessoal conta muito mais que a beleza física. Quem vai discordar de que a atriz Julia Roberts é realmente muito bonita? O problema, no caso, era a imagem que ela passava com a roupa que estava usando. Claro que o comportamento das atendentes também não foi nem um pouco adequado, estavam completamente erradas (mas isto até hoje ainda e realidade!), mas o fato é que mais que a beleza, a imagem que você constrói influencia a opinião que as pessoas têm de você, e consequentemente os resultados que você alcança…

Sobre beleza e autoestima

O economista americano Daniel Hamermesh, autor do livro “O valor da beleza – por que as pessoas atraentes têm mais sucesso”, garante que a aparência física conta muito quando o assunto é carreira, e que pode até influenciar salários. Daniel explica que a razão para isso é que pessoas mais bonitas têm a autoestima lá em cima e, por isso, são mais confiantes.

Bem, se a questão é essa, o sucesso vai muito além de um rostinho bonito. Confiança e autoestima não estão apenas relacionadas com a beleza física. Já citei aqui no blog a pesquisa do médico Lair Ribeiro que comprovou que a forma como nos vestimos e nos portamos, isso sim, transmite nossa credibilidade. Se você não viu esse post, confira aqui.

Portanto, beleza física não garante autoestima. Sentir-se bem consigo mesmo e passar uma imagem coerente com seus objetivos é o que vai trazer confiança e credibilidade para as suas relações, destacando você no mercado.

Para se sentir bem consigo mesmo é preciso, antes de tudo, se aceitar. Não se deixe levar pelos padrões imposta pela ditadura da beleza. Você pode ficar com uma imagem bem mais agradável valorizando o que tem de melhor.

Como falei no artigo Conheça bem seu corpo e construa sua imagem em cima dele, olhe-se no espelho e seja realista. Saiba identificar pontos que precisam ser disfarçados e aquilo que pode ser destacado. Experimente vários cortes de roupas para saber o mais adequado ao seu tipo físico. Uma boa aparência sempre é possível, seja você gordinho ou magrinho, alto ou baixo. Enfim, de nada adianta parecer a Gisele Bündchen e não saber se vestir, não saber conversar e ter uma postura ruim. Seu sucesso está ligado à sua imagem pessoal, à imagem que você constrói com suas atitudes, postura, trajes, etc.

Lembre-se sempre: educação e elegância valem muito mais que uma beleza vazia.

Para ajudar você a construir uma imagem adequada, separei alguns artigos que dão dicas sobre construção de imagem pessoal:

Além desses textos, tenho vários outros sobre o tema no meu blog, fique à vontade para navegar na página e também entrar em contato comigo pelo telefone (31) 9136-7973 ou e-mail contato@silvanalages.com.br. É sempre um prazer ajudá-lo a construir uma imagem pessoal adequada aos seus objetivos (e aos da sua empresa).

Sucesso!

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Deixe um comentário

Comentar post