VENDA-SE

SE VENDER NÃO É PECADO

Me responde uma coisa: se eu te pedir para me contar todas as suas qualidades (e fazer uma verdadeira propaganda pessoal) em 5 minutos, você saberia o que dizer?

Muitas pessoas se arrepiam só de pensar em se autopromover. Elas pensam que isso é um grande pecado, um sinal de narcisismo, que serão mal vistas pelos outros…

Mas quem foi que disse que isso é feio? Quem definiu que a autopromoção é um pecado?

O mercado está cada vez com mais ofertas e com mais profissionais extremamente qualificados. A vida dos clientes nunca foi tão fácil: basta uma rápida pesquisa na internet para encontrar alguém que entrega o que ele precisa, da forma que ele deseja, na hora que ele quer e com a garantia que ele sonha.

Se você não tiver uma estratégia de marketing pessoal para mostrar ao mundo todos os seus benefícios, você não sobreviverá no mercado atual.

Porque, na verdade, o ideal não é você se vender – é você ser comprado. Mas, para isso, você precisa expor ao mundo todas as suas qualidades e atribuições.

A boa notícia é que fazer isso está cada vez mais fácil (e tudo que você precisa está na palma da sua mão). Pelo seu próprio celular, você consegue distribuir seu conteúdo e mostrar seu produto e/ou serviço para milhares de pessoas.

Basta você saber como se posicionar de maneira adequada e ter honra e orgulho do que você faz. Não existe problema nenhum em se vender – problema é não ser uma pessoa de bem ou prestar um serviço que não é bom.

Se o seu trabalho impacta positivamente a vida de outras pessoas, é seu dever fazer com que ele seja bem divulgado.

Pense nas vezes que você ficou feliz por ter feito alguma boa compra e agradeceu a quem te mostrou aquela oportunidade… É isso que você precisa fazer pelo seu cliente.

Mostre como você pode ajudá-lo a resolver um problema que ele tem. Mostre que seu produto ou serviço é uma boa solução que ele tanto deseja. Essa é a única maneira de conseguir prosperar profissionalmente no competitivo mundo atual.

Então abandone de vez o medo de se autopromover. Marketing pessoal é necessário e é um dos principais pontos de uma Marca Pessoal de valor.

Se vender nunca foi e nunca será pecado. Pelo contrário: é ferramenta de sobrevivência e é indispensável no gerenciamento de uma imagem profissional de destaque.

Venda-se, sem medo de ser feliz.

Leave a Reply

Post Comment