Os males da Ditadura da Beleza

 Por Silvana Lages

Recentemente, contei aqui no blog que minha nova palestra se chama “Ditadura da Beleza x Ditadura da Felicidade: o que realmente importa para o sucesso das mulheres” (clique aqui para saber mais) e que travei uma batalha contra essa tal Ditadura da Beleza, que há anos vem derrubando mulheres Brasil e mundo afora.

Hoje eu quero que você entenda que essa imposição de uma beleza irreal pode trazer muitos problemas para a vida das mulheres – inclusive de saúde.

A insatisfação das mulheres em números

Os males da Ditadura da Beleza - Silvana Lages

Se você não está satisfeita com sua beleza, você não está sozinha! Em uma pesquisa realizada com mulheres (e apresentada no livro “Ditadura da Beleza”, de Augusto Cury) foi constatado que:

  • 98% das mulheres não se veem belas;
  • 93% disseram que a mídia é capaz de gerar uma busca doentia pela beleza;
  • 78% afirmam que é preciso muito dinheiro para tentar conquistar este estilo de beleza difundido hoje.

O que você pensa e vê quando se olha no espelho? Saiba que a visão que você tem de si mesma depende não apenas de seus olhos, mas também, e principalmente, daquilo que você traz em sua mente e em seu coração. Se ao olhar no espelho você só consegue pensar no quanto está gorda está na hora de ligar o alerta vermelho! Você pode estar sofrendo de um distúrbio psicológico, causado por essa fixação em ser magra.

Entre os principais males causados pela ditadura da beleza estão a bulimia e anorexia. Estes são os principais sintomas destes distúrbios:

Anorexia: a perda de peso é visível e acentuada. A pessoa come muito pouco, quase nada. O resultado é que ela fica desnutrida e muito abaixo do peso e, mesmo assim, continua se achando gorda. A desnutrição causada pela anorexia pode ocasionar parada cardíaca, falência de órgãos, insuficiência renal, entre outros sintomas que levam à morte.

Bulimia: na bulimia, o peso é normal. Porém, a pessoa sofre silenciosamente. Ela tem compulsões alimentares constantes e come exageradamente. Logo depois de comer muito ela sente um arrependimento profundo e, para compensar o exagero, força o vômito ou usa laxantes. A bulimia causa problemas gástricos, dores de estômago, diarreias, tontura, fraqueza entre outros sintomas agravantes à saúde.

Pesquisas mostram que oito em cada 10 adolescentes têm distúrbio alimentar. A causa? 85% disseram querer seguir um padrão de beleza.

Para comprovar que a beleza que você vê na capa de revista não é real, um estudo feito com 200 modelos apontou que:

  • 20% delas têm anorexia;
  • 15% têm bulimia;
  • 30% têm crises depressivas;
  • E quase todas estão insatisfeitas com suas belezas.

Ou seja, a pressão para ser “perfeita” é grande até entre aquelas que consideramos padrões ideais de beleza. Isso porque muitas vezes a foto da capa da revista é retocada por programas de edição de imagem, tirando uma curvinha a mais aqui, uma ruguinha ali.

O que acontece é que aquela imagem que vai para as bancas não corresponde à realidade de nenhuma mulher: nem das leitoras, nem da própria modelo. É muita crueldade querer que possamos refletir uma imagem retocada por computador!

Outro problema que pode ser causado por essa ditadura da beleza, além da compulsão por comida, é a compulsão por compras. Segundo especialistas, esse vício por comprar cada vez mais é causado pela alta ansiedade e baixa autoestima. A pessoa se sente derrotada, incapaz e inferior por não alcançar os padrões impostos e acaba “compensando” isso exagerando nas compras.

Libertando-se

Por essas e outras que acredito que nós mulheres devemos nos levantar e reagir contra essa violência. A ditadura da beleza é um tipo de violência, sim! Afinal, estão nos atingindo gravemente, fazendo com que não possamos ver a BELEZA REAL que existe em cada uma de nós.

Já sabemos que essa imposição da mídia e das passarelas por uma beleza inalcançável é uma questão de saúde pública, já que causa tantos males e doenças como a bulimia, anorexia, compulsão e depressão.

A cura para esses problemas começa dentro de você!

Obviamente, não estou fazendo uma apologia à gordura e nem acho que para ser feliz você precisa ser gordinha, claro que não. Meu objetivo é libertar as mulheres da ditadura que as faz infeliz. Até porque não são somente as pessoas gordas que se sentem feia. A ditadura da beleza impõe uma perfeição que não existe, então todos se acham feios e infelizes com a própria aparência.

Com a minha palestra, quero ajudar você (e as outras mulheres da sua vida, da sua empresa) a entender que pode, sim, ser bonita sem ter que obrigatoriamente ser magra ou ter o cabelo da propaganda de shampoo.

Silvana Lages - baixaNão é a comida que você come ou deixa de comer, tão pouco o guarda-roupa cheio de roupas, sapatos e bolsas que vai fazer você ser feliz e se sentir bonita. A beleza exterior só será percebida se o seu interior estiver em paz.

Olhe-se no espelho e veja que você está longe dos padrões e que isso é uma coisa boa. Afinal, sua beleza é única e singular!

Silvana Lages

—–

Ficou interessado na palestra “Ditadura da Beleza x Ditadura da Felicidade”? Entre em contato pelo e-mail contato@silvanalages.com.br ou pelo telefone (31) 9136-7973 e saiba como ela pode mudar a vida das mulheres.

capaface3

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
4 Respostas para "Os males da Ditadura da Beleza"
  • 11 de fevereiro de 2014
    Goretti

    Excelente texto, passamos a vida deixando de ser felizes em busca de um objetivo inatingível, pois, se a satisfação com a aparência não vier de dentro, nunca será alcançada.

    (responder)
  • 20 de agosto de 2014
    Gerson

    Gostei da exposição do texto face a um tema de maior preocupação que é a ditadura da beleza.Eu li várias vezes o livro do Augusto Cury a ditadura da beleza…Fiquei chocado e inquietante após ter lido aquele excelente livro.De fato estamos a viver uma guerra invisível que tem vitimado na sua maioria as mulheres.A incessante busca pela perfeição da beleza está levar as mulheres a um ponto de extrema preocupação social,cultural e psicológico.As grandes influências por essa incessante busca atribui-se a mídia.Revistas,novelas,publicidades,são fontes principais para essa busca.Eu sou homem e reconheço lamentavelmente que as mulheres estão a perder a sua essência,a sua feminilidade devido a este “padrão”irreal de beleza.Devemos todos combater afincadamente sobre este mal para que possivelmente tenhamos uma sociedade sem estereótipo da beleza.Hoje preocupa-se muito mais com a estética,com o visual,com o lado exterior do que com os valores permeáveis para um ser humano digo a inteligência,o caráter,a vontade de ser e não ter,a interioridade,e o sentido essencial da vida e do viver.Meu conselho vai pra todos aqueles que têm sofrido com este mal é o seguinte:Seja você mesma e saiba sempre que nós somos aquilo que demonstramos ser.Valorize a vida na sua plenitude e seja alguém feliz.Abraços.

    (responder)
    • 24 de maio de 2016
      metropolitana

      GERSON, QUE DELICIA TER UMA OPINIÃO TÃO ESPECIAL ASSIM SOBRE O TEMA, DE UM HOMEM… PODE, DE FATO, O ASSUNTO É GRAVE E MERECE ATENÇÃO. O LIVRO É PERFEITO E NA INTERNET TEM UMA PALESTRA DELE TAMBÉM QUE VALE MUITO A PENA. GRATIDÃO POR CONTRIBUIR. AQUI ESTÁ A PALESTRA DELE https://www.youtube.com/watch?v=aFr5_3GNCls

      (responder)
Deixe um comentário

Comentar post