Vale tudo por padrões estéticos?

Por Silvana Lages

A expressão “padrão de beleza” nunca foi algo que me agradou – eu acredito que cada pessoa tem uma beleza própria, um brilho próprio, um padrão de beleza próprio. Mulher nenhuma precisa ser alta, magra, loira e ter um sorriso branquíssimo para ser considerada bonita. Muito pelo contrário, inclusive. A beleza está na singularidade, o [corpo ideal não existe](http://silvanalages.com.br/o-corpo-ideal-nao-existe-na-vida-real/) e, mais do que isso: nas qualidades interiores.

Mas, infelizmente, existem algumas pessoas que ainda acreditam fortemente na existência de um único padrão de beleza. Na maioria das vezes, são meninas adolescentes e pré-adolescentes que acreditam fielmente que precisam se parecer com alguma personagem X da mídia para serem consideradas bonitas. E o pior: as inseguranças não começam e terminam nessa fase – elas se estendem, muitas vezes, por toda a vida, até a fase adulta.

A personagem escolhida da vez é uma modelo americana chamada Kylie Jenner, conhecida pelos seus lábios carnudos e volumosos. Kylie afirma que o segredo dos seus lábios são técnicas de maquiagem e, para imitá-la, meninas de todo o mundo começaram a fazer um experimento maluco: elas fazem pressão com a boca em um copo ou garrafa por alguns minutos e, bingo, lábios magicamente volumosos.

O problema é que a experiência não é segura e os lábios podem acabar deformados por um longo período de tempo. Em alguns casos, inclusive, o copo usado se quebra na boca do jovem e as consequências não são lá das melhores… Mas as pessoas continuam fazendo, continuam postando em suas redes sociais e continuam influenciando outros a tentarem também.

E qual é o fundamento disso? É amor de fã querendo se parecer com o ídolo? É uma vontade louca de chamar atenção? É a falta de autoaceitação sobre a sua aparência ou é apenas a falta do que fazer mesmo? É difícil entender…

A justificativa mais plausível que eu consegui encontrar foi, infelizmente, a idealização de lábios carnudos e volumosos como sendo os mais bonitos para se possuir. Como já é de se imaginar, esse pensamento está longe de ser verdade. Já disse antes, mas repito: a beleza está na singularidade. Seus lábios combinam com o seu rosto e o seu rosto é lindo, eu tenho certeza!

Se você é do time que fez o experimento, imagino que você não o fará novamente devido ao possível resultado ruim. Se você é um dos que cogitou tentar, leia e releia esse texto o máximo que puder. Por fim, se você é do time dos que também não aprovam a nova moda, conscientize as pessoas ao seu redor a fazerem o mesmo.

Trata-se de uma brincadeira perigosa e que deve ser extinta o quanto antes. Por isso, peço que compartilhe o texto e atinja o máximo de pessoas que puder (adolescentes e suas mães), sobre o perigo de querer seguir um padrão estético tão bobo.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Deixe um comentário

Comentar post