Como usar a exposição a seu favor sem parecer egocêntrica e exibicionista

A situação é comum: muitas mulheres vêm conversar comigo nos processos de coaching e revelam que têm grande dificuldade em expor a sua marca pessoal. São mulheres especiais, com mil e uma qualidades e um mundo de oportunidades mal aproveitadas pelo simples fato de não saberem a maneira correta de se mostrarem às outras pessoas.

Algumas têm dificuldade para se expor porque são tímidas e têm vergonha. Outras, são inseguras e não se acham boas o suficiente para revelarem todo o seu valor. Tem também aquelas que ficam com medo de parecerem egocêntricas e exibicionistas e evitam alarde por acharem que a auto exposição é algo ruim.

Se você se identificou com alguma das situações acima, vou te contar um segredo: é extremamente necessário se expor e quem não faz isso tende a ser esquecido no mundo atual. Isso acontece porque estamos vivendo no mundo da auto exposição e damos muito valor a isso.

Pense em um exemplo: você acabou de se casar e está procurando um decorador para te ajudar na sua casa nova. Você recebeu cinco indicações de amigos e dois dos profissionais recomendados não possuíam perfis nas redes sociais onde você pudesse observar alguns dos seus trabalhos e não apareciam nas buscas do google. O que você faz? Provavelmente, escolherá entre os três que restaram. Os outros dois nem tiveram a oportunidade de terem seu trabalho analisado.

Percebeu o quanto é importante se expor? No mundo atual, é crucial que as pessoas te encontrem quando buscam pelo seu nome nas redes sociais e no Google. Um bom perfil gera credibilidade para você, enquanto um perfil incompleto (ou inexistente), incoerente, inadequado ou superficial faz exatamente o contrário: gera dúvidas quanto à qualidade do seu produto ou serviço. Não adianta ser um ótimo profissional se ninguém te conhece!

Tem aquela frase que diz: “se você não está no Google, você não existe”. Não concordo com ela, pois é claro que existe e também tem o direito de se manter no “anonimato”, mas, com certeza, não estar no Google vai te limitar muito, precisará de outras estratégias fortes e poderosas para se posicionar.

Acho que agora eu já consegui te convencer sobre a importância de expor a sua marca pessoal, certo? Mas você não sabe como fazer isso e tem medo de parecer chata ou exibicionista? Calma, vou te ajudar!

A era da auto exposição é relativamente nova e todos estamos nos adaptando. É comum, inclusive, ver pessoas que tentam se expor e fazem isso de maneira equivocada.

O caminho para uma auto exposição correta é ter, primeiramente, uma marca pessoal bem trabalhada. Você precisa saber o que veio fazer no mundo, quais são os benefícios que o seu trabalho entrega para as outras pessoas, como você consegue impactar vidas através das coisas que você faz diariamente.

Descubra qual é o seu propósito e sua missão de vida – assim, fica fácil se posicionar e se expor de maneira correta. Conheça seus valores, saiba tudo de bom que você faz e tenha clareza de quem você é e do que você entrega. O seu trabalho impacta a vida de muita gente – a questão é descobrir como. Por isso, é fundamental estar totalmente alinhada ao seu propósito de vida. 

A partir do momento que você fizer isso, você perceberá que não está a seu serviço e que você precisa fazer o mundo conhecer o seu nome e a sua marca pessoal. O seu trabalho é responsável por ajudar outras pessoas a prosperarem, a terem vidas melhores.

Quando você tiver ciência disso, você perceberá que não pode esconder tudo de bom que você tem para oferecer ao outro. Então chegou a hora de se expor!

Você não estará fazendo isso somente por você, mas sim pelo bem que poderá fazer na vida do outro. Todos os esforços serão usados em prol de um bem maior – não é seu ego que está se posicionando, é seu propósito falando mais alto.

Pense também em como o seu silêncio e a sua não exposição podem fazer falta na vida do outro, como pode ser prejudicial ao outro. Entenda que no momento que você está se expondo, você está sendo um canal, fonte de algo maior para levar algo de muito especial para as pessoas que estão ao seu redor – presencialmente ou nas redes sociais. Pensando assim, em como você pode contribuir para gerar prosperidade para o outro, você nunca será visto como egocêntrico ou exibicionista, mas como um ser humano importante e comprometido com um bem maior.

Viu como tira o peso? Fica mais leve? Agora basta estudar sobre as melhores formas, observar pessoas, fazer, repetir, ajustar, treinar, analisar resultados e ir se aprimorando. Você pode ler sobre assunto, buscar vídeos e ou contratar uma profissional especializada em marca pessoal que te ajude a fazer isso de maneira ainda mais assertiva.

Esteja comprometida com o seu propósito e missão de vida, livre-se dos julgamentos e das inseguranças e conecte-se com aquilo que é realmente necessário: o impacto que apenas você consegue fazer na vida de outra pessoa.

Quando isso acontecer, expor sua marca pessoal será algo fácil e quase espontâneo – e você terá prazer em fazer, afinal, você precisa cumprir a sua missão maior.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Deixe um comentário

Comentar post