Qual é o grande segredo do Marketing Pessoal?

Você já ouviu a velha frase “quem não é visto, não é lembrado”? Regada de verdade, a frase é uma das principais premissas do marketing pessoal e deve ser sempre levada em conta no ambiente profissional (além de todos os outros).

Você, assim como a maioria das pessoas, já deve ter percebido: com a ascensão das redes sociais, os profissionais que não se posicionarem bem terão muito mais dificuldade para se colocar no mercado. Hoje, mais do que nunca, é preciso aparecer, se mostrar como profissional diferenciado, ter voz nas mídias sociais, exaltar os seus valores.

E é para isso que o marketing pessoal serve: ele faz com que você atribua um maior valor à sua marca pessoal através de estratégias usadas para fazer as pessoas te notarem em meio à tantas outras.

Vou dar um exemplo que mostra isso de forma clara: o Linkedin, nos dias de hoje, é um ponto indispensável na maioria dos processos seletivos. Os recrutadores usam a rede social para encontrar candidatos que se destaquem, que tenham uma marca pessoal de valor. Arrisco dizer que o Linkedin é uma vitrine do mundo corporativo – e é um ótimo lugar para fazer o seu marketing pessoal de maneira profissional.

Ali, vemos diferentes tipos de profissionais: tem aqueles que apenas criaram o perfil, mas nunca entram na rede; outros mais ativos, que comentam, compartilham e engajam com outras pessoas da sua área e, por fim, aqueles profissionais além de comentar e engajar,  produzem conteúdo a respeito no seu nicho de mercado e atuação.

Não preciso nem dizer qual dos três profissionais acima teria mais chances de ser contratado em um processo seletivo, certo? Eles poderiam ter a mesma formação, o mesmo tempo de experiência e a mesma competência no trabalho – mas o candidato contratado seria o terceiro, porque ele tornou público o seu conhecimento e conseguiu mostrar ao mundo a sua marca pessoal.

Mas engana-se quem pensa que o caminho para obter sucesso e visibilidade é apenas trabalhar em um bom marketing pessoal. Esse não é o segredo!

Antes de se colocar na vitrine, de querer se mostrar como um profissional diferenciado, é preciso que você dê um passo para trás e se reconheça: quais são os seus valores, qual é o seu conteúdo, o que você tem de melhor, qual é a sua essência?

Nós precisamos saber, de forma clara, quem nós somos antes de querermos projetar nossa marca e fazer o nosso marketing pessoal. Precisamos, antes de tudo, ter uma marca forte e de valor para depois mostrá-la ao mundo.

O marketing pessoal é apenas uma ferramenta poderosa de mostrar o seu valor ao mundo, mas ele não é uma salvação. Antes de utilizá-lo como um atalho para chegar ao seu objetivo, você precisa alinhá-lo com seus valores, com sua marca pessoal, com sua verdade…

Sem uma marca pessoal forte, o marketing não tem utilidade alguma. Ele é uma ferramenta de propagação que serve para divulgar produtos bons e ruins. Se o produto for bom, vai alcançar o almejado objetivo. Se não for, não fará milagres.

É por isso que o marketing pessoal precisa estar alinhado a quem você é, aos seus valores, às suas raízes – ele precisa andar de mãos dadas com a sua marca pessoal. Caso contrário, você pode se comprometer e soar como propaganda enganosa.

Precisamos ter consciência dos nossos valores, da nossa essência, saber como podemos evoluir dia após dia. Quando focamos em nós, na nossa marca pessoal, o marketing acontece de forma espontânea. Começamos a ter tanta certeza e confiança em quem somos que começamos a nos preocupar menos em aparecer por aparecer. Começamos a nos preocupar menos com teatros e mais com a realidade.

Esse é o grande segredo do marketing pessoal: é focar mais no pessoal, e não no marketing. SER é mais importante do que APARECER – e quando você foca no SER, APARECER será algo lindo, tranquilo, natural, progressivo e sustentável – esse o recado que eu quero que você guarde hoje!

Para ter sucesso, essencialmente falando, não inverta a ordem dos fatos, pois, aqui, a inversão dos fatos pode (e vai) alterar consideravelmente os seus resultados.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Deixe um comentário

Comentar post