Qual a sua tribo?

Deixa eu te perguntar: você tem uma tribo para chamar de sua?

A cada dia que passa, falar sobre esse assunto está ficando cada vez mais importante. Estamos vivendo na era da coletividade, dos cooperação, onde todas as pessoas estão buscando sua tribo.

Isso facilita os seus processos de evolução pessoal e profissional. Você consegue atalhos, você consegue se divertir melhor, consegue impulsionamentos profissionais, consegue pessoas que possam te levar aonde você quer chegar – pessoas que caminham com você de uma margem a outra de uma forma muito gostosa.

E isso acontece em todos os aspectos da nossa vida, muito além do profissional. Resolvi escrever este texto enquanto estava em uma viagem, parada em um engarrafamento. Vi vários grupos de ciclistas e corredores que passaram por nós e parei para refletir sobre as pessoas que formavam aquela tribo.

Como elas se encontraram? Como aquele movimento começou?

Bom, a internet facilita muito para que qualquer grupo de pessoas encontre mais gente que compartilhe dos seus interesses, objetivos e desejos, aumentando as chances de se conectar, formando, assim, uma tribo.

É muito importante você se juntar a uma tribo que vai acrescentar valor a sua vida. A uma tribo que está indo na mesma direção que você, que quer alcançar objetivos similares aos seus. Assim, a jornada é muito mais prazerosa e te agregará muito mais valor.

Agora você deve estar se perguntando: em que tribo eu vou me encaixar? Qual tribo eu devo procurar?

O primeiro ponto para fazer com que isso aconteça é parar e pensar: quem é você? O que você gosta de fazer? O que te dá prazer? O que te leva para frente? Aonde você precisa chegar?

Hoje, existem inúmeras tribos e você pode escolher em qual delas você quer se juntar, qual você deseja participar. Na internet mesmo você consegue encontrar várias opções e ver em qual delas você se identifica mais. Já existem muitos grupos e movimentos formados que são completamente receptivo.

E não vá achando que você só pode participar de uma tribo, não! É possível participar de várias: você pode sair com sua tribo da caminhada em um dia, com sua tribo do vinho em outro, com sua tribo da oração, com sua tribo da culinária e por aí vai…

Caso não encontre a sua tribo “pronta” do jeito que você deseja, você poderá criar a sua e chamar mais pessoas que compartilham dos seus mesmos interesses – sempre haverão oportunidades e necessidade de se criar novas tribos.

Eu mesma fiz isso: não encontrei uma tribo de networking que me identificava e resolvi iniciar uma de netweaving (leia-se networking humanizado). Queria uma que fosse entre mulheres, de nível nacional, com encontros onlines e presenciais, que não falasse só de negócios, também falasse de propósito, vida pessoal, emocional, espiritual, maternidade, beleza, sensualidade e fosse um lugar que proporcionasse geração de negócios e evolução em todas as área da vida vida.

Encontrei mulheres que queriam o mesmo que eu e formamos a nossa tribo (que está ótima!). Você pode se juntar a nós pelo Facebook e Instagram, nosso grupo se chama Mulheres que Despertam Juntas.

Mas o mais importante é que você não esteja em qualquer tribo apenas por estar ou por interesse. Você precisa estar rodeada de pessoas que tenham propósitos parecidos ao seu, que te agreguem valor, que despertem o desejo de participar daquele grupo.

Porque estar na tribo certa te potencializa, traz vários benefícios e pode aumentar seus resultados. Mas estar na tribo errada pode prejudicar muito o seu desenvolvimento e pode fazer com que você desperdice o seu potencial.  Pode agregar negativamente na sua marca pessoal, servir de âncora, é um peso. E isso te desvaloriza.

Então é importante encontrar uma tribo que você realmente se encaixe, que vá de encontro aos seus objetivos. Essa tribo pode ser tanto de uma coisa que você faz muito bem, que você é experiente, ou pode ser uma tribo de algo que você deseja aprender. Assim, você verá como a experiência deles e o auxílio podem te ajudar para que você chegue ao seu destino mais rapidamente. Além disso, eles vão te motivar quando você estiver desistindo. Vão te impulsionar e te jogar para cima.

Então vá de encontro à sua tribo! Ela muito importante para seu desenvolvimento. Mas lembre-se: participe daquelas que compartilhem dos seus objetivos e ideais.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Deixe um comentário

Comentar post