Como lidar com situações em que “o santo não bate”?

Por Silvana Lages

Já aconteceu com você de não gostar de uma pessoa sem ao menos saber por quê? Você a viu e, logo de cara, achou que tinha algo nela que não o agradava? Nesses casos, se alguém lhe perguntasse o motivo talvez você dissesse aquela famosa frase “Meu santo não bateu com o dela”, ou então “Meu anjo da guarda não foi com o dela”, não é mesmo?

Pois é, mas isso de “santo não bater” não existe! O que existem são algumas mensagens transmitidas por Imagem, Postura e Comportamento que identificamos como algo ruim sem uma análise mais profunda. No artigo de hoje quero mostrar como e por que isso acontece.

Entendendo o “santo que não bate”

primeira_impressao_imagem_pessoal

Para esclarecer essa questão gostaria de compartilhar algo que aconteceu comigo há alguns anos, quando meu sócio da época e eu estávamos entrevistando uma candidata a um emprego…

Essa nova funcionária iria substituir uma vendedora que havia causado diversos problemas na empresa. Como eu trabalho com isso, tenho mais sensibilidade para perceber o que pode estar errado. Por isso, quando a candidata entrou na sala, logo imaginei que meu sócio não iria gostar dela.

Depois da entrevista, perguntei a opinião dele sobre ela e ele respondeu: “Eu gostei dela, mas tem alguma coisa que não me transmite confiança. Não sei ao certo o que é”.

Foi então que perguntei: “O que você achou do perfume dela?”.

Nesse momento, ele entendeu: o perfume que a entrevistada estava usando era o mesmo perfume da funcionária problema! E aquele simples detalhe fez com que ele tivesse uma má impressão da candidata. Inconscientemente, o cheiro dela fez com que ele se lembrasse de todos os problemas causados pela antiga funcionária.

E isso não acontece só com o perfume: o jeito de agir, de falar, a forma de se comunicar e se portar – tudo isso pode remeter a algo negativo para as outras pessoas.

Como lidar com o santo que não bate

Nessa situação, há dois lados. Por isso, meu conselho é o seguinte: cuidado com os julgamentos que faz e que recebe. Deixa eu explicar:

1. Se você viu alguém e achou logo de cara que não era uma boa pessoa a primeira coisa que precisa fazer é identificar o que exatamente você não gosta nela, para saber se a sua desconfiança é real ou está apenas fazendo um paralelo com outras coisas ruins que não necessariamente têm a ver com a pessoa em si. Não se feche, procure conhecê-la melhor para saber se a sua antipatia é genuína. Você pode se surpreender e esse pode ser o início de uma grande parceria.

No caso da vendedora que entrevistamos, por exemplo, o fato de ela usar o mesmo perfume não significa que vai causar os mesmo problemas que a funcionária anterior, certo?

2. Por outro lado, é preciso também cuidar com as mensagens que estamos transmitindo às pessoas. Se você não conhece o ambiente, o melhor mesmo é usar roupas, perfumes e acessórios neutros para não correr o risco de ser mal interpretado. Por exemplo: por mais excelente profissional que você possa ser, se vestir roupas muito justas e curtas, poderá causar uma impressão negativa aos colegas e até mesmo líderes.

Ou seja, tudo isso reforça a importância da Imagem, da Postura e do Comportamento Profissional adequados aos ambientes, ocasiões e objetivos. Muito cuidado com o que você avalia nas pessoas e, também, mais cuidado ainda com as mensagens que você está transmitindo. Talvez você não tenha a oportunidade de reverter a má impressão que causou no outro. Esteja atento sempre para transmitir seu melhor – sua Imagem Pessoal é muito importante para o seu desenvolvimento profissional.

Silvana Lages

Quer saber mais sobre Imagem Pessoal, Postura, Etiqueta e Comportamento Profissional e quer que seus colaboradores saibam mais sobre esses assuntos também? Conheça as palestras, cursos e treinamentos que Silvana Lages oferece. Eles são o que você precisa para dar um passo além na sua carreira e no desempenho dos profissionais da sua empresa. Entre em contato conosco pelo telefone (31) 9136-7973 ou pelo e-mail comercial@silvanalages.com.br agora mesmo e saiba mais.

Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.
Deixe um comentário

Comentar post